Fundação de Ação Social de Curitiba

Skip Navigation Links

Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba

Publicado em 22/05/2024
  • Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba
  • Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba2
  • Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba3
  • Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba4
  • Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba5
  • Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba6
  • Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba7
  • Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba8
  • Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba9
Imagem: Comunicação FAS imagem conteudo

Acolhidos pela FAS fazem curso de jardinagem na Praça Solidariedade em Curitiba

Treze homens em situação de rua, acolhidos pela Fundação de Ação Social (FAS), estão participando do curso de Jardinagem oferecido pelo programa Liceu de Ofícios e Inovação. Esse curso, que é uma novidade na programação do Liceu de Ofícios, visa proporcionar qualificação profissional gratuita para a população de Curitiba.

As aulas, que começaram na última segunda-feira (20) e se encerram nesta quarta-feira, são realizadas na Praça Solidariedade, no Jardim Botânico. O local abriga um complexo de atendimento para pessoas em situação de rua, incluindo a Casa de Passagem Padre Pio e o Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro Pop).

Segundo Renan de Oliveira Rodrigues, diretor de Qualificação e Relações do Trabalho da FAS, o curso tem como objetivo oferecer oportunidades de aprendizado e reintegração social. “O trabalho é a porta de saída da assistência social e fundamental para que esse público possa fazer novos projetos de vida e deixar as ruas”, afirmou.

Teoria e prática

Desenvolvido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e ministrado pelo instrutor Renato de Moura Corrêa, especialista em produção vegetal e paisagismo, o curso combina teoria e prática.

Durante as aulas, os alunos aprenderam sobre plantas, formação de canteiros, limpeza e manutenção, além de técnicas de controle de pragas sem o uso de venenos. Uma visita técnica ao Jardim Botânico também fez parte do currículo, proporcionando uma experiência prática onde aprenderam sobre diferentes tipos de jardins.

Corrêa destacou a demanda do mercado por jardineiros qualificados. “Esse é um setor em que as pessoas dedicadas podem crescer e ter um bom rendimento”, comentou. Atualmente, os ganhos de um jardineiro variam entre R$ 150 e R$ 300 por serviço, podendo aumentar com a venda de plantas e flores para projetos de jardinagem.

Oportunidade

Jefferson Kruzynski, 36 anos, faz parte do grupo e disse que gostou de todo o conteúdo do curso. “Eu tinha como meta trabalhar como jardineiro e fazer esse curso foi uma grande oportunidade”, contou o homem que está acolhido na Casa de Passagem Padre Pio, há 20 dias. Se tiver a oportunidade de trabalhar na área, Jefferson pensa em se tornar um microempreendedor e ter a própria empresa.

Acolhido também na Padre Pio há menos de um mês, Allan Matsukura, 47 anos, achou o curso interessante e uma oportunidade de trabalho e geração de renda. “Aprendemos que é possível ganhar dinheiro, principalmente em projetos de grandes jardins”, comentou. Descendente de japoneses, Allan morou dez anos no Japão, onde trabalhou em fábricas, e no Brasil tem experiência como motorista e segurança.

Aos 61 anos, Florisvaldo Marczak também participa do curso, apesar de já ter experiência com plantio, na época em que trabalhava como chacareiro, na Lapa, município da Região Metropolitana de Curitiba. “Já trabalhei na roça, mas aqui aprendi os nomes das plantas, suas raízes, espaçamento, o que foi muito interessante.”

Programação

Além do curso de jardinagem, o programa Liceu de Ofícios e Inovação oferece outros 35 cursos gratuitos em maio, totalizando 2.328 vagas. Outra novidade foi o curso de Preparo e Decoração de Bolos e Tortas, oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). As aulas foram realizadas na Casa Culpi e no Liceu de Ofícios Bairro Alto.

A lista completa dos cursos está disponível no site da FAS e as inscrições podem ser feitas no Portal Aprendere.

Fundação de Ação Social

Rua Eduardo Sprada, 4520|CEP 81270010|Curitiba - PR|Todos os direitos reservados | Política de Privacidade

Desenvolvido por ICI - Instituto das Cidades Inteligentes