Fundação de Ação Social de Curitiba

Skip Navigation Links

Mutirão social no Centro leva serviços à população em situação de rua

  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 01
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 02
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 03
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 04
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 05
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 06
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 07
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 08
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 09
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 10
  • FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 11
Publicado em 09/10/2018 Imagem: Ricardo Marajó/FAS imagem conteudo

FAS retorna à praça Rui Barbosa para atender pessoas em situação de rua 01

Técnicos da Fundação de Ação Social (FAS) promoveram um mutirão social, nesta terça-feira (9/10), na Praça Rui Barbosa, no centro da cidade. É a terceira ação feita na praça neste ano e a oitava etapa do evento.

“Trabalhamos para que, voluntariamente, esse público faça sua adesão às oportunidades oferecidas pela FAS e reorganizem suas vidas”, diz a presidente da entidade, Elenice Malzoni.

O mutirão termina no final do mês e até agora atendeu 320 pessoas. Além das praças Rui Barbosa e Tiradentes, a ação já passou pela região do Mercado Municipal, pelas praças Plínio Tourinho e do Relógio das Flores, no Centro Histórico. Até o fim de outubro, haverá novas ações na Tiradentes (nos dias 15/10 e 29/10) e Rui Barbosa (dia 24/10).

O vendedor de balas e coletor de materiais recicláveis Lailson Marcondes foi um dos primeiros a chegar à tenda montada para receber o público, no começo da manhã. “O Buk está com sarna. Quero ver se os veterinários aplicam algum remédio pra ele melhorar”, disse o homem, mostrando a barriga do animal.

Marcondes já tem o cadastro e está empenhado em atualizar a documentação para conseguir emprego. “Preciso fazer o título de eleitor e o CPF”, contou ele, que aproveitou para pegar dicas com o técnico da FAS/Trabalho.

Marcello Zanetti conta que parou de trabalhar como motorista de caminhão há cerca de três anos, desentendeu-se com a família e foi parar na rua. Hoje tem apenas o registro de nascimento em mãos. “Preciso tirar todos os documentos de novo e aqui eles vão me ajudar”, disse o homem.

Ex-auxiliar de cozinha, Natalie Passos Rosa colocou a vida em dia. Inscreveu-se no Cadastro Único do governo federal para ter acesso a benefícios sociais. Também levou a cadela Branca para vacinar e conseguiu transporte da FAS, para o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) Rebouças. “Vou lá para almoçar, tomar banho e trocar de roupa”, disse a mulher.

Fundação de Ação Social

Rua Eduardo Sprada, 4520|3350-3500|CEP 81270010|Curitiba - PR|Todos os direitos reservados|Política de Privacidade

Desenvolvido por ICI - Instituto das Cidades Inteligentes